Jubileu Sacerdotal Pe. Ildefonso Salvadego

Jubileu Sacerdotal Pe. Ildefonso Salvadego

Por : Jocely Campos

Foi com imensa alegria que os paroquianos do Santuário Nossa Senhora acolheram Pe. Ildefonso Savadego para a celebração do seu jubileu sacerdodal na missa das 18:30 no último domingo do mês de novembro.

Ao inciar a celebração, concelebrada pelos padres Nilto e Bolivar, Pe. Ildefonso agradeceu à Deus pelo  dom de sua vida sacredotal.  Vindo de Curitiba, o sacerdote veio à São Paulo, com uma única intenção: pedir uma benção da comunidade e uma graça de Nossa Senhora da Salette, para poder continuar sua caminhada de construção do Reino de Deus e de anunciar o Evangelho a todas as criaturas.

Em sua partilha, Pe. Ildefonso foi refletindo sobre os seus 25 anos de vida sacerdotal. "É o tempo passa rápido". disse. Lembrou com carinho do dia de sua ordenação, e de tantas pessoas que conheceu durante este tempo e das obras que realizou. "Hoje eu olho para trás e vejo quantas coisas boas foram feitas; mas ao olhar para a frente vejo que ainda há muito mais a fazer, a construir". Nestes 25 anos Pe. Ildefonso exerceu sua vocação em diversas áreas: foi professor; missionário na Bolívia e atuou na administração da Congregação saletina.

Entre inúmeras alegrias como sacerdote nestes 25 anos, uma delas está os 8 anos que esteve à frente do Santuário Salette de São Paulo. Foram muitos batizados. Diversos casamentos; confisões e conselhos. Quantas pessoas que antes estavam deprimidas, depois de uma conversa amiga  recuperam a esperança, a alegria.

Mas, segundo Pe. Ildefonso, os momentos de desâminos, tristezas e desafios, que deram vontade de voltar atrás, também se fizeram presentes. Em todos estes momentos, o que ajuda o padre a superar e ser fiel à sua missão é o carinho de cada um de vocês. "O carinho do povo nos faz continuar firmes na caminhada de fé", ressaltou. Ao lembrar de sua família, Pe. Ildefonso se emocionou, dizendo: "como é bom  recordar a familia. Agradeço a minha familia pois foi lá onde aprendi a ser quem eu sou". Esta união da família, está representada no cálice que ganhou no dia de sua ordenação e que após o falecimento dos pais em comum acordo entre os irmãos, Pe. Ildefonso ficou com as alianças de casamento que foram colocadas na base do cálice. "Este cálice marca o compromisso que tenho em de rezar pelos meus pais e familiares".

Muito emocionado, Pe. Ildefonso mais uma vez pediu para que todos rezassem por ele e por sua vida sacerdotal. E pediu para que todos os paroquianos tivessem uma certeza: aonde ele for trabalhar, o Santuário Nossa Senhora da Salette/SP  dorme e vive em seu coração.

"Rezem por mim, e eu rezarei por vocês. Eu agradeço a prece e a bênção de todos vocês".

 

  

 

 

 

 Texto: Cintia Regina Carmin

Fotos: Jocely Campos

 

 

 

Galerias de fotos