ENVIO DO PADRE MARCOS QUEIROZ

ENVIO DO PADRE MARCOS QUEIROZ

Por : Mario Apone

Na reunião do CPP – Conselho Paroquial de Pastorais, ocorrida no dia 17 de fevereiro passado, Padre Marcos Queiroz se “despediu” da Paróquia, participando de sua última reunião do CPP e apresentou o novo Pároco e Reitor, Padre Marcos Almeida, nosso amigo e conhecido.
A apresentação foi corroborada pela entrega dos arquivos das atividades pastorais a serem desenvolvidas neste ano (pen drive) e dos chaveiros, contendo as chaves das salas internas e demais dependências da paróquia. As chaves do Santuário e do Sacrário serão entregues ao novo Pároco e Reitor, diretamente por Dom Sergio de Deus, Bispo da Região Episcopal de Sant’Ana, na missa de posse, em 28 de fevereiro, às 18h30.
Por estes dias, Padre Marcos Queiroz correu bastante, multiplicou-se em várias atividades, visitou alguns amigos, alguns doentes, celebrou e trabalhou bastante, no intuito de entregar ao novo Pároco e Reitor, a Paróquia muito bem organizada.
Na reunião do CPP, ele comentou sobre “deixar marcas”. A exemplo de seus predecessores, Padre Marcos Queiroz deixou suas marcas que, para cada um de nós, tem significados diferentes, mas importantes para todos.
É possível que para muitos, sua marca foi a preocupação em expressar os tempos litúrgicos de nossa Igreja. Nunca, na História desta Paróquia, os tempos litúrgicos foram tão bem expressos. Sempre havia uma expectativa no ar: como se apresentará o presbitério na Quaresma, na Semana Santa, no Natal e em outras celebrações, tais como, Santíssima Trindade e Corpus Christi? Para outros muitos, a marca deixada por ele são suas homilias, carregadas de espiritualidade, carregadas de evangelização, ainda que as vezes nem percebíamos isso. Sua preocupação em se dirigir às crianças que se preparavam para a Eucaristia era enorme, seu carinho era visível, constatado pelos abraços carinhosos que recebia dos pequenos ao final das celebrações. Sim, esse era o seu jeito baiano de se relacionar e de celebrar. Seus passos rápidos, nos faziam correr atrás. Deus desafios eram constantes, a busca pelo aprimoramento é uma de suas marcas profundas.
Para muitos de nós, a marca que fica é a marca da amizade. Padre Marcos Queiroz não foi apenas Pároco e Reitor desta Paróquia-Santuário, foi, muito além disso, foi amigo. E amigo, como diz a canção, “é coisa que se guarda no lado esquerdo do coração”. Muitos de nós privamos dessa amizade e despedir de amigo é difícil, porque a voz embarga, fica difícil de sair; o coração se acelera e as lágrimas correm, numa mistura de sentimentos.
Que podemos desejar ao amigo que parte para uma nova missão?
Muita coisa, cada um de nós, tem um desejo, tem um motivo. E ele, obediente e sereno, parte para sua nova missão, parte para o Rio de Janeiro, a Cidade Maravilhosa e lá, onde já tinha estado anos atrás, retorna para rever e lustrar as marcas que por lá deixou.
Na Missa de Envio, domingo 21 de fevereiro, 18h30, Padre Marcos presidiu a celebração, concelebrada pelos Padres Bolívar, Luciano e Alfredo Celestrino. Com muita emoção, Padre Marcos ressaltou sua missão aqui em S. Paulo e agradeceu a todos os que com ele trilharam esse caminho. Ao final, os paroquianos e amigos prestaram a justa homenagem a ele, que durante os últimos seis anos, foi nosso pastor e guia espiritual. Na homenagem, algumas “marcas” suas foram destacadas.
Ajoelhado ao pé do altar, Padre Marcos recebeu a oração de envio feita pelos padres concelebrantes. Após a bênção final, os presentes, em fila, foram dar o abraço amigo e fraterno, naquele que nos marcos de forma significativa.
Padre Marcos, o bom Deus estará contigo todos os dias de sua vida, Nossa Senhora da Salette continuará lhe protegendo e inspirando em sua nova empreitada. Que sua estada em terras cariocas seja motivo de crescimento e felicidade. Ao retornar a S. Paulo, de passagem ou por outros motivos, tenha certeza de que encontrará os amigos que aqui deixou, ávidos em acolhe-lo, em retomar conversas truncadas que ficaram pelo caminho, e para aquela taça de bom vinho.
Vá em paz amigo.

 

 

Texto: Mário Apone

Fotos: Jocely; Danielle Araujo e Cintia Carmin

Galerias de fotos