3a. Noite da Novena de N.Sra. da Salette 2016

3a. Noite da Novena de N.Sra. da Salette 2016

Por : Oswaldo dos Santos Araujo

Terceiro dia da Novena na Salette/SP refletiu sobre a perseverança da fé

Na quinta-feira, 01 de setembro, tivemos o terceiro dia da novena da Salette no santuário paulistano dos Missionários Saletinos, o convidado do dia foi o Pe João Luiz Miqueletti, que durante 10 anos foi pároco de Santana e agora é o Pároco da Igreja de Nossa Senhora de Fátima na avenida Guapira, esteve acompanhado dos padres Nilto Gasparetto e do Pe Marcos Almeida, que é reitor e pároco do Santuário, neste dia o tema da novena foi “A Mãe da Salette nos ensina a ser perseverantes  na fé”, na homilia Pe João Luiz nos agraciou com uma excelente homilia que nos lembrou da necessidade de termos constância na fé, e que nas dificuldades é que nossa fé é fortalecida e como o tema teve relação com a aparição da Salette.

 

Homilia do Pe. João Luiz

Na sua homilia começou falando da segunda leitura em  que Paulo nos lembra que é a fé em Jesus que nos salva e ainda que é Deus, que é Jesus que nos salva e não nós mesmos, até por que se dependesse de nossos méritos, o inferno estaria bem cheio.

Ele continuou dizendo que a fé não pode ser que nem luz de vagalume, que fica piscando, a fé tem que ser constante, que fé sem perseverança é fogo de palha, e lembrou, quantas vezes vemos gente fazendo retiros e volta mudado, cheio de entusiasmo, mas passado algum tempo volta ao normal.

A perseverança na fé é o que nos abre as portas da salvação, na mensagem da Salette, ela veio para um povo que estava com sérios problemas, que estava com fome, com as colheitas de batatinha e trigo, a ponto de mostrar o trigo esfarelando e dizer ao filho, come deste pão ainda este ano, porque no ano que vem não sei se o teremos, e com isto as pessoas estavam abandonando a fé.`

 E Maria mostra pela sua própria experiência que se deve permanecer na fé e é a oração é o que aquece a fé. Manter da fé nos dias bons é fácil, mas é nos momentos difíceis que é preciso permanecer nela, e esta perseverança gera a paciência e a esperança.  Passar pelas dificuldades com a certeza que Deus e e Maria estão ao nosso lado se apercebendo das nossas dificuldades. Seremos melhores ao passar pela dificuldade.

E falou do exemplo dos diamantes e do gelo que se parecem muito a olho nu, tanto que ladrões  congelam diamantes para confundir os policiais, mas basta deixa-los um pouco na pia da cozinha para ver que o gelo se desfaz facilmente. O gelo se desfaz facilmente por que foi fácil faze-lo o diamante, um simples carvão se tornou assim por causa das pressões altíssimas e do calor que recebeu. E essa dificuldade que todos teremos algumas vezes na vida, junto com uma fé perseverante é que vai nos tornar em pessoas melhores, valiosas, preciosas, nossa fé perseverante vai nos transformar  assim e nos levar a exemplo para os outros, que nos leva a esperança maior que é a da vida eterna.

E citou “a caridade sem esperança se cansa”. Cristão tem ser teimoso, quanto pior a situação mais ele se apega a fé. A fé deve ser regada e podada para dar frutos. Salette vem trazer esperança e fé para aquele povo.

A fé faz com que ela sinta a dor do outro, a caminho torto que o povo tomou.

A fé não de vive só, mas juntos devemos estimular a fé um dos outros .

 

Galerias de fotos